Cotações

    ***** = Obra-prima
    **** = Ótimo
    *** = Bom
    ** = Fraco
    * = Turkey

Outros sites

Histórico

Assine o RSS


O que é isto?

mentiras e verdades em 24 fotogramas ou 29 frames por segundo!

O Meu Signo em Caos

Infelizmente o homem brecha aqui esqueceu de dois EXCELENTES FILMES que não deveriam faltar na lista dos melhores do ano passado.

O primeiro filme que percebi foi numa ligação para a atriz que conversei sobre o filme e me deu um estalo chegando a conclusão que esqueci da obra prima. o Segundo escrevo depois, senão macula esta postagem que vai só pra isso!

então vamos fazer as reverências:

  • O Signo do Caos de Rogério Sganzerla - Neste último filme do mestre que foi filmado há seis anos atrás, descarrega-se um bombardeio de Orson Welles e de verdades que nunca são ditas no cinema brasileiro. Os paus no cú de plantão que não entenderam o filme no 36º Festival de Brasília em que ganhou o prêmio de direção, tomaram uma lição da própria Helena Ignez que disse não entender o porque falam tanto de Glauber e na prática quando sai um filme de culhão não entendem. Não entendem mesmo...não alcançam! Que Deus salve o homem de Joaçaba! Vão todos chatos tomarem no cú...além de Sganzerla, aqui tem nome forte na direção que é Silvio Renoldi também que Deus o abençoe....esta união sempre foi foda!

                          

               Esta cena faz jus ao ídolo Welles                                         Pra quem vê o filme aqui entenderá um pouco do caos

Percebi isso assim que estive fechando os atores para o próximo curta que vou fazer. O curta "Inverso" é resultado da oficina de linguagem cinematográfica em que dou aula. E como o aluno que criou a história está trabalhando, o curta ficou na minha tutela a direção. Ou seja, o primeiro curta definido meu é de encomenda, o que torna um fato engraçado.

Agora o próximo curta que se chamará "Duas Almas" será minha história com nuances autobiográficas (e homenagens a diretores que gosto), meu roteiro revisado pelo Francis e terei dois ótimos atores. Será Dionísio Neto que trabalhou em "Carandirú" como o Lula e como Professor André de Oliveira em "Garotas do ABC" e será Djin Sganzerla, filha do Sujeito Homi Rogério Sganzerla e da mulher que uniu expoentes chamada Helena Ignez uniu porque veio de Glauber Rocha para monsier Sganzerla que é nada mais nada menos que diretor do melhor filme nacional na minha opinião, O Bandido da Luz Vermelha!

Valha-me Deus, este curta tem que sair!

 

    

  Djin Sganzerla, aturou em trës longas indo para o terceiro e Dionísio Neto que quem já viu, sabe que o cara é foda!

Por Vebis Junior


Escrito por Vebis às 09h09 [] [envie esta mensagem]

Os Melhores de 2004 segundo o cara preguiçoso deste Blog

Há tempos estou devendo aqui uma lista de melhores filmes do ano passado.

Só que ao tentar perceber a lista de amigos para confirmar se deixei passar algum, notei que a maioria colocou "Encontros e Desencontros" da She Coppola no meio...pensei que ele entraria na lista do ano passado. MAs aí estão eles não em ordem, por isso não coloquei números de valor. São os dez e pronto.

Bem, vamos lá.

1 - O Prisioneiro da Grade de Ferro de Paulo Sacramento eis aqui o exemplo de que cinema bem feito como ficção e documentári andam juntos e possa ser uma puta experiência audiovisual com braços fortes!

2 - A Vila de M. Night Shyamalan este filho da puta deste diretor me mostrou como se mente e desmente numa brincadeira de mesntiras que é o cinema...sabe pra que? pra no final me dizer a verdade! Vá se fudê!

3 - Colateral de Michael Mann mais um que se não me engano é vídeo e um belíssimo vídeo...o Michael Mann sempre entra nas minhas listas de filmes de ano. Foi assim com " Ali", "O Informante" e " Fogo contra fogo" . E ainda tenho que engolir caras metidos da Tv com cacoetes chatos.

4 - Elefante de Gus Van Sant olha, este filme é diferente e tem um final que me fez ejacular nas calças de tão genial e simples que foi. Talvez mais que o final o tema tocado pelos atores foi foda também.

5 - Kill Bill Vol. 2 de Quentin Tarantino  gosto mais desta segunda à primeira. Realmente este maldito sabe dirigir mesmo. Paul Thomas Anderso tem razão quando o aponta como o melhor da nova safra....mexe com o cinema como dr. Stein faz a sua cria.

6 - Garotas do ABC de Carlos Reichenbach sem comentários. Se lí uma vez que o Candeias fez de "A Margem" uma flor na lama, o que dizer do Carlão que faz de um filme sobre o Coletivo de viés feminino um filme tão brusco? Com certeza um dos melhores do ano.

7 - Madrugada dos Mortos de Zack Snyder Acabei de comprovar que esta história de remakes deve ser vista com mais cuidado. Chega de préconceito. e Chega de pré não só com remakes, mas com diretor que vem dos clipes. Afinal, se me tornar diretor eu terei vindo deles também.

8 - Hellboy de Guilhermo Del Toro irmão gêmeo de " Blade II" do mesmo diretor e com criaturas que lembram H. P. Lovecraft. Fora que tudo neste filme funciona bem.

9 - Má Educação de Pedro Almodóvar O viado espanhol que parece o pai do Maurício do Sapo Banjo me pegou de jeito (sem brincadeiras nas entrelinhas, por favor). A mesma coisa que o Shyamalan fez comigo em " A Vila", Almodóvar fez neste. Adorei este filme mesmo.

10 - De Passagem de Ricardo Elias Trabalhar um filme nacional sem se preocupar com frescuras Globais como trazer a direção de arte meticulosamente no tempo do filme é coisa do passado. este não teve cuidado acurado assim e tá na atmosfera o tempo antigo. Fora o ator que é muito bom.

 

Vale lembrar de alguns que entraram na lista de uma maneira duvidosa porque não sei se foram deste ano como citei acima.

  • Encontros e Desencontros de "She" Coppola - Introspecção de maneira sutil. Trazer um tiozão como o Bill Murray para atuar e viver o papel, foi um brilhantsimo incrível.
  • Peixe Grande de Tim Burton - Aqui, o Tim acerta as contas com o Pai, além dele, metade da produção tinha o mesmo problema. Além do filme ser excelente, ele justifica na película o seu ofício de cineasta que é contador de histórias, mesmo que sombrias.
  • Eu, Robô de Alex Proyas - O filme é inteiro foda no seu clima, mas como dizem amigos, se fosse lembrar do filme por cena, aquela cena de brigas no ar me fazem valer o filme inteiro.
  • Homem Aranha 2 de Sam Raimi - Polêmico nas escolhas este filme ganha menção honrosa sim. Sam faz o filme livre e brinca com referências e coloca Bruce Campbell na memória de todos que ainda querem um bom ator para atuação. Diretores...lembrem deste ator, por favor!
  • Starsky and Hutch de Todd Phillips - Mais um remake só que para cinema que ganha seu lugar ao sol na minha lista. Só vendo para sacar a importância deste.

Vale lembrar de filmes que amigos indicaram que sei que são foda e este filho da puta aqu que escreve não teve tempo ou chance de ver:

  • Como se Fosse a Primeira Vez, de Peter Seagal
  • Escola do Rock, de Richard Linklater
  • Antes do Pôr do Sol de Richard Linklater
  • Ligado em Você dos irmãos Farelly
  • Peões de Eduardo Coutinho - este eu mereço surra por não ter ido ver...mas ainda tenho a chance.

Escrito por Vebis às 14h46 [] [envie esta mensagem]

O milagre da cerva

 

Pai é ex combatente que maltrata filhos e se redime levando filho na decisão. 

Cabines do MAneco são sempre boas.

Pra quem não sabe, o Maneco é o assessor de imprensa da Europa Filmes e além de ser gente finíssima, ajuda nosso núleo de cinema sempre quando pode.

Na semana passada fui ver a Cabine de "O Milagre de Berna". Um filme meio ruinzinho, pois não sabia que um país frio como a Alemanha conseguiu ter um diretor tão mela-cueca como Sönke Wortmann. O cara parece discípulo de Franco Zeffirelli de tão carregada que são as cenas de melodrama. Provavelmente deve dirigir algum produto para Tv. Parece consequência que as pessoas que trabalham para Tv tenham uma mão carregada para tal tipo de filme. Acredito que Antonio Calmon seja um dos poucos que não pendem para este lado!

Enfim, os Alemães acreditam em um milagre que aocnteceu na Copa de 54. Naquele ano, a Hungria era favoritíssima, mas com a intervenção de um garoto em campo, eles o creditam como um amuleto da sorte para o atacante que vira o jogo para 3x2 dando a taça para Alemanha. Eles acreditam que aquilo era um milagre.

O melhor da noite foi que além do coquetel e eu ter ganho uma camiseta da seleção alemã, foi poder degustar, sim, degustar e não beber, uma excelente cerveja chamada Eidinger feita de trigo. Por este motivo considero uma excelente noite!

Se for levar em consideração na cotação "Contracampo" daria uma estrela ao filme.


Escrito por Vebis às 09h46 [] [envie esta mensagem]

[ ver mensagens anteriores ]