Cotações

    ***** = Obra-prima
    **** = Ótimo
    *** = Bom
    ** = Fraco
    * = Turkey

Outros sites

Histórico

Assine o RSS


O que é isto?

mentiras e verdades em 24 fotogramas ou 29 frames por segundo!

Novo filho está para nascer...

...E seu nome é "Dia do perdão"! História de um rocker (claro que sim....assim como todos filmes do Walter Hugo Khoury tem um Marcelo, todos meus filmes terão rockabilly) que trabalha de vestir defuntos na funerária e tem leve affair pela sua companheira de serviço, uma garota delicadissima, dócil e hipocondríaca que coleciona remédios genéricos.

Num certo dia complicado, encontra sua parceira aos prantos no trabalho, pois ela acredita ter recebido o corpo de seu pai que há anos não o via. Com o choque e tensão causados pela sua namorada, repensa sua situação, e numa atitude de redenção decide reencontrar o pai que não conversa por desentendimentos antigos. Ao reencontrá-lo o choque das diferenças o abala, pois o pai já não é mais o mesmo, tampouco suas escolhas de vida em sociedade.

Destaque para cena de início em que um dos corpos que chega, tem o pedido para ser velado vestido de Jedi.

O roteiro será escrito por mim e minha garota, Naira "Lux" e espero poder entregá-lo nas próximas leis de incentivo que abrir, pelas secretarias de cultura na vida. Ou pr outros orgãos que a ana Paul com certeza me ajuda sempre a lembrar!

Fora isso, ainda na cabeça com minha participação no curta do Marcelo V. ao lado de Carlo Mossy, gênio absoluto da pornochanchada!


Escrito por el cabrón de la pelicula às 13h03 [] [envie esta mensagem]

Zoom in e Zoom out, foca e desfoca...baah! Um desmadre isso sim!

Uma das coisas mais complicadas no quesito: ser indicado pela direção de fotografia, é justamnete poder atender aos pedidos do diretor sem que este saia insatisfeito. Um camarada novo que gostei muito de conversar, Fabrício Bittar, gente bacana de teatro, arriscou seu caminho no cinema digital fazendo um curta baseado num livro que se não me engano chama-se "200 escovadas antes de ir para Cama" e a estetica que ele procurava fazer durante toda produção do filme, é a da sujeira documental, onde a camera mais procura do que se desenvolve em mise-in-scéne. Era zoom , foque e desfoque e um frenetismo que não me agradava nem um pouco.

Mas serviu pelo menos a experiência da maneira diferente de se captar! Dos trechos do filme que ele utilizava plano sequencia, poucos dariam pra usar luz que salva qualquer vida no digital. A experiência e nova e acabo por me sentir ansioso com o que vai dar.

Mais que isso, só aguardando saber quando poderei pegar a grana pra começar a rodar os meus.

Outro detalhe importante a ressaltar, seriam as listas de filmes que serão mais frequentes por aqui. Devido ao fato do meu blog ter entrado na liga dos Blogs do Chico, estarei pensando mais cinema quando não estiver com correrias de produção.

A próxima especulada seriam os 20 filmes importantes da década de 80. E tome cuca fundindo para lembrar de quais! Agora mesmo estou revendo "Dow By Law"  do Jim Jarmush. Vai acabar ficando uma lista semelhante a lista da Cahiers Du Cinema as listas da "Liga dos Blogues"!


Escrito por el cabrón de la pelicula às 23h52 [] [envie esta mensagem]

[ ver mensagens anteriores ]