Cotações

    ***** = Obra-prima
    **** = Ótimo
    *** = Bom
    ** = Fraco
    * = Turkey

Outros sites

Histórico

Assine o RSS


O que é isto?

mentiras e verdades em 24 fotogramas ou 29 frames por segundo!

Surtando frente a TV

3 dias seguidos com minha garota aguçou nela a vontade de conhecer alguns filmes do Scorsese....lógico que ela, assim como eu, se apega primeiro no ator, depois, quem sabe, nos diretores....mas Carpenter e Scorsese tem sido o tipo de coisa que ela tem gostado muito.

Tive a chance de reler alguns filmes dele e rever os começos de outros para demonstração de seu trabalho.

Assistimos juntos Taxi Driver, Caminhos Perigosos e vimos o começo de Quem bate a minha porta, Aviador e Touro Indomável, sendo que Tourro Indomável e Gangues de NY ela já tinha visto na Tv a cabo.

Os começos são surpreendentes quando se pegam um apoós o outro para análise. Dá pra fazer várias teses observando os caminhos que os filmes fazem. Remeter a infância no começo, caminho feito pelo Gangues e Aviador, dá todo um sentido na longa tragetória dos personagens.

Começar fazendo mea culpa nos filmes como Caminhos Perigosos na pele do Harvey Keitel, e na pele do De Niro no Touro Indomável quando assume as brechas frente ao espelho é de dilacerar qualquer coração...e já que o objeto é espelo (presente em todos estes filmes) não podemos esquecer a cena clássica de Taxi Driver.

Besteiras ou divagações, mas tinha que colocar isso!


Escrito por el cabrón de la pelicula às 14h53 [] [envie esta mensagem]

O Amor e o cinema

Há tempo não escrevo algo como uma análise ou critica de um filme, então vou colocar minhas impressões a alguns filmes que vi nestes ultimos dias.

Namoro novo nos coloca na situação de revermos muitos filmes foda pra poder abrir os horizontes da garota, pelo menos para que ela comece a sacar qual é o teu tipo de filme favorito, ou até mesmo libertar os olhos de qualquer vício imposto pelos multiplex. E o melhor de tudo, como ela mora perto do pólo cinematográfico do cruzamento Augusta x Paulista, se eu quisesse ver algum filme de diferente estética, ela embarcaria fácil, fácil.

Uma das coisas mais legais de se ver filmes a dois, é mostra filmes diferentes que com outra garota jamais rolaria de se ver. Para meu deleite, um diretor que tem se saído bem no gosto de minha garota é John Carpenter. Em menos de um mês vimos Fuga de NY, Vampiros, Eles Vivem e o que ela aguentou ver na madrugada de Fantasmas de Marte.

Algumas vezes me lembro de amigos que disseram: "Case-se com ela", só pelo fato de que um dia cheguei até ela e disse: 

" - Assistiria aquele Box do John Cassavetes comigo algum dia?" 

"- Claro! Vamos ver a base de pipoca e embaixo do cobertor!"

Pronto! Achei o que seu sempre procurava na minha vida. Agora que ela está desempregada, consegui com que ela se encarregue das maquiagens dos dois curtas que até agora não caiu a bufunfa na conta. É esperar e ver no que vai dar essa vida a dois promissora.

 


Escrito por el cabrón de la pelicula às 19h17 [] [envie esta mensagem]

[ ver mensagens anteriores ]