Cotações

    ***** = Obra-prima
    **** = Ótimo
    *** = Bom
    ** = Fraco
    * = Turkey

Outros sites

Histórico

Assine o RSS


O que é isto?

mentiras e verdades em 24 fotogramas ou 29 frames por segundo!

desabafo de um realizador

De volta na planilha de pensamentos do que fazer pra extravazar toda tensão acumulada, me surgiram pelo menos uns 5 roteiros de curtas simples pra se rodar.

Os curtas nem devem ser difíceis, e sim, seguir uma lógica de exercícios narrativos pra que se coloque no Youtube para os outros verem. E estes pequenos sketches sempre surgem no auge das situações delicadas que vivo. Tem sido um ano conturbado, onde uma vez uma amiga disse que o ano não foi bom pra mim, mas ao mesmo tempo, ouvir um amigo e professor de cinema publicitário comentou: - não existe sorte ou azar, mas os problemas surgem e a gente tem que saber lidar com eles. Gostei desta versão e preferi com isso abraçar a causa de que os problemas surgiram todos de uma vez.

 

Alguns amigos gostam de descarregar esta energia numa espécie de esporte: fazendo musculação, natação entre outras atividades. Mas encontro aí neste momento no cinema a vontade de expurgar fantasmas de dentro, fazendo todo tipo de curta, desde o mais facista onde se exterminaria um motorista de ônibus que foi desrespeituoso, como fazer closes dos momentos sexuais de um casal.

Mas é difícil, requer tempo e disposição não apenas do diretor, mas do ator, de quem produziria e tudo o que vier. Tenho em amigos coo Valletta, Ana Paul e Francis esta enorme e explosiva vontade de rodar e criarmos, e as vezes até me sinto culpado por não pilhá-los a encarar algo do gênero. Quando Andre ZP havia elogiado minha força de vontade de criar curta com dinheiro de pinga, coisa que aprendi lendo e ouvindo como nasciam os motes pro pessoal da boca do lixo, quero muito não poder decepcioná-los.

 

Porém, é minha vez de pedir arrego e pedir aos amigos que me ajudem a voltar a ser o que era antes, acreditar que criar-se pra não enferrujar ainda é possível. Enquanto chor as pitangas, lá em cima do mapa o pessoal de Pernambuco não pára de rodar acionando o grandioso "foda-se" de que não é em película.

Eu mesmo assumia ser da era digital e não tenho feito nada.

Dêem bronca em mim, tô precisando. Vamos rodar algo pelamordeDeus.

 


Escrito por el cabrón de la pelicula às 21h57 [] [envie esta mensagem]

[ ver mensagens anteriores ]